Regimento Interno

Regimento Interno da Editora FAMEN

1 – Deveres dos editores-chefe

Os editores serão os responsáveis pelos trabalhos científicos publicados pela Editora FAMEN. Na atividade editorial constituem seus deveres fundamentais: a) atender às necessidades dos leitores e dos autores que nela publicam; b) contribuir para melhorar, constantemente, a qualidade das publicações; c) garantir, permanentemente, a liberdade de expressão, independentemente de credos, posições políticas, ideológicas e acadêmicas; d) contribuir para a manutenção da linha acadêmica impedindo desvios no que se refere aos padrões intelectuais; e) publicar correções, esclarecimentos e retratações, sempre que necessário.

2 – Relações dos editores-chefe com autores

As decisões dos editores-chefe no que diz respeito à aceitação ou rejeição de uma publicação serão baseadas na originalidade, finalidade e relevância do estudo em função dos objetivos acadêmicos. O processo de revisão acontecerá por pares. Os editores publicarão as orientações aos autores no que diz respeito à originalidade e a cientificidade  do material. As orientações aos autores serão atualizadas com regularidade e, necessariamente, estarão vinculadas ao presente código ético de conduta.

3 – Relações dos editores-chefe com os revisores

Os editores publicarão orientações aos colaboradores no que diz respeito às normas seguidas pela Editora FAMEN, à revisão por pares e à sua responsabilidade científica, tendo em vista a manutenção da qualidade acadêmica dos trabalhos científicos a publicar. Os editores garantem o sigilo em relação à identidade dos revisores e dos autores dos artigos.

4 – O processo de revisão por pares

As colaborações submetidas são avaliadas, primeiramente, quanto ao seu caráter científico, ao seu alinhamento em relação ao foco e ao escopo da Editora FAMEN. Todos os trabalhos submetidos à revista passam pela verificação de detector de plágio. Quando o trabalho submetido não for adequado à política editorial, será arquivado e a decisão será comunicada aos autores. Caso seja verificada a pertinência e o caráter de originalidade, a avaliação prossegue no sistema de revisão por pares duplo-cego (processo de peer review), a cargo dos parecerias ad hoc – especialistas designados em função do tema do trabalho científico. Para a publicação na Editora FAMEN é necessária dupla aprovação. Havendo divergência entre os pareceres, os textos serão encaminhados a um terceiro parecerista.

5 – Procedimentos relativos a condutas antiéticas

Os editores seguem as normas internacionais relativas aos trabalhos plagiados e só publicarão trabalhos científicos com a garantia da originalidade. Os editores estarão atentos também aos processos de autoplágio e farão, sempre que necessário, recomendações aos autores.

6 – Independência editorial

Os editores regem-se pelos princípios de liberdade de expressão, garantindo a divulgação de trabalhos científicos baseados no rigor, qualidade científica e originalidade, independentemente das opções políticas e ideológicas dos seus autores. Os editores seguirão e cumprirão o princípio de independência editorial.

7 – Relações dos editores com o conselho editorial

O conselho editorial é constituído por docentes de ensino superior nacionais e internacionais que procederão com críticas, comentários e propostas em relação às publicações da Editora FAMEN tendo em vista a sua melhoria da qualidade científica.

8 – Cumprimento do Regimento

Os editores farão todos os esforços no sentido do cumprimento do presente Código de Ética que entra em vigor juntamente com a sua publicação.